Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ricardo Pereira: "Voltar ao FC Porto foi um prémio"

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/08/2017 Alcides Freire

O internacional português, Ricardo Pereira, está de regresso ao FC Porto, depois de um empréstimo ao Nice

De volta ao FC Porto após dois anos de empréstimo ao Nice, Ricardo Pereira abordou o regresso aos azuis e brancos em entrevista à Revista Dragões, mostrando-se satisfeito pela confiança depositada pelos responsáveis do clube da cidade Invicta

"[Regresso ao FC Porto]Foi uma alegria, foi o culminar destas duas épocas. Foi um prémio voltar aqui, fazer a pré-época com a equipa é um sinal de confiança também", atirou o internacional português, que salientou algumas das diferenças que encontrou desde que regressou aos dragões.

"Encontrei algumas pessoas novas, que não conhecia, mas todos com o mesmo profissionalismo, entrega, entusiasmo e vontade de vencer. Tenho tido muito boas sensações, noto que há algo diferente para melhor, ainda não lhe consigo explicar o quê, em concreto, mas sinto que, mesmo na convivência do grupo, os jogadores estão confiantes e acreditam no trabalho que estão a desenvolver. Isso é bom para a equipa e acredito que vai trazer bons frutos no futuro", afiançou.

Ricardo Pereira falou ainda da concorrência de Maxi Pereira por um lugar no lado direito da defesa, deixando alguns elogios ao lateral uruguaio.

© Fornecido por O jogo

"É sempre saudável ter um jogador como o Maxi, que toda a gente conhece, um jogador de garra, que trabalha muito, que esteve muito bem, quer na época passada quer na anterior. É muito positiva para a equipa esta competição, que ajuda ambos a melhorar", acrescentou.

O jogador de 23 anos fez ainda um balanço da experiência no Nice. "Foi muito boa. Lembro-me de que cheguei no último dia do mercado de transferências e depois, logo no primeiro jogo, fui titular. Foi bom, porque nós queremos é jogar. Chegar e ter começado logo a jogar foi muito bom, porque também ajuda na adaptação, ao entrosamento com os colegas. Foram duas épocas que correram muito bem. Foi pena uma ou outra lesão, infelizmente faz parte, mas já passou", rematou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon