Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ricardo Rocha e o fecho do mercado: "Deviam todos seguir o exemplo de Inglaterra"

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/09/2017 Rui Trombinhas

Antigo defesa central, que, em Inglaterra, jogou no Tottenham e no Portsmouth, falou a O JOGO sobre as mudanças no mercado de transferências

© Fornecido por O jogo

Os treinadores pediram e, para já, em Inglaterra as regras estão a mudar. Na próxima época, o mercado de transferências vai fechar antes do primeiro jogo oficial, algo que deixa Ricardo Rocha, antigo jogador, satisfeito. "Penso que todas as ligas deveriam seguir o exemplo de Inglaterra. Acho que devem estar todos no mesmo patamar e estar todos de acordo nesse aspeto. O período de transferência é bastante grande, por isso dá imenso tempo para se prepararem e efetuarem as contratações que acham necessárias para a nova época."

O antigo central, agora com 38 anos, lembra que os treinadores não podem trabalhar com receio. "É importante para treinadores que comecem a época com o plantel que desejam, sem medo de perder alguns dos seus melhores jogadores e não terem de fazer mudanças, com novas contratações e serem até obrigados a mudar o estilo de jogo. Mas também para os jogadores, para estarem completamente focados na sua equipa e nos seus objetivos, não havendo o perigo de serem aliciados e verem os seus nomes na imprensa diariamente a serem associados a outros clubes. Como vimos este ano, em vários casos, com os próprios jogadores a pedirem para sair e depois a terem de ficar nos próprios clubes onde a sua imagem já não é a mesma, principalmente aos olhos dos adeptos. Espero que seja mais uma mudança benéfica para todos os que gostam e adoram o futebol", sublinhou em declarações a O JOGO.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon