Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ricardo Soares e as metas: "Não gosto de olhar para trás"

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/03/2017 Hugo M. Monteiro

Depois do empate com o Braga, o treinador do Chaves quer regressar às vitórias para atingir a meta dos 40 pontos.

O treinador do Chaves, Ricardo Soares, disse querer regressar às vitórias frente ao Feirense, após quatro jogos sem vencer, em antevisão à 26ª jornada da I Liga.

"É um jogo difícil, contra uma equipa que tem qualidade e que, desde a mudança de treinador, conseguiu resultados muito bons, saiu da zona aflitiva e está na zona confrontável da tabela", afirmou.

O técnico do emblema azul-grená referiu que a intenção da equipa é somar pontos e atingir a meta dos 40 pontos estabelecidos no início da temporada.

"O que move os clubes, os jogadores e os adeptos são as vitórias. Não gosto muito de olhar para trás, sentimos que somos um grupo forte, com qualidade e não tenho dúvidas de que a cada dia que passa existem mais razões para acreditar que temos condições para fazer um final de época com 40 pontos e, se possível, com mais", salientou.

Questionado sobre o cansaço da equipa, que compete ainda na Taça de Portugal, Ricardo Soares realçou que a equipa está alegre, com vontade de jogar e de conquistar vitórias, porque é isso que a região e os adeptos merecem.

Igualmente presente na conferência de imprensa, o médio Bressan, convocado para a seleção da Bielorrússia, assumiu que o Chaves está numa situação complicada, mas tem hipóteses depois da primeira volta que fez.

"O jogo com o Feirense é importante para pontuar e para continuar a perseguir os objetivos do clube", sustentou.

© Octávio Passos/LUSA

O atleta confidenciou ainda estar a gostar muito de estar em Portugal, porque consegue jogar com maior regularidade, algo que não estava a acontecer em Chipre.

"Tenho jogado todos os jogos a titular e esse era o meu objetivo quando decidi regressar a Portugal, para, consequentemente, voltar à seleção", revelou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon