Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

River Plate recusou 13 milhões de euros do Sporting

Logótipo de O Jogo O Jogo 01/07/2017 Hugo Monteiro
© David Fernandez/EPA

Sporting aperta o cerco Pity Martínez, mas ainda há uma diferença de 3,5 milhões de euros para superar. No Racing, Acuña já se despediu e quer rumar a Alvalade

O Sporting está em campo para reforçar o plantel com que pretende atacar o título que escapa aos leões desde 2001/02 com um extremo-esquerdo, tido como prioritário pelos responsáveis da sociedade que gere o futebol do clube de Alvalade, e, ao que O JOGO apurou, atingiu um novo patamar nesse esforço para garantir um trunfo para o plantel às ordens de Jorge Jesus. Com efeito, ao que foi possível apurar, de Alvalade partiu uma proposta na ordem dos 13 milhões de euros por Gonzalo Pity Martínez, extremo-esquerdo de 24 anos do River Plate, que recusou a proposta dos leões, contrapondo a verba pela qual está disposto a negociar o camisola 10 dos millonarios: 16,5 milhões de euros.

Não resultou assim a primeira investida pelo criativo esquerdino pretendido por Jorge Jesus em Alvalade, mas perspetiva-se que os leões voltem à carga pelo canhoto que encabeça o lote de extremos-esquerdos argentinos referenciados e seguidos pela prospeção verde e branca. Pity Martínez, recorde-se, assumiu papel de particular relevância na campanha do vice-campeão argentino, ao participar em 24 jogos no campeonato e contribuir com seis golos e cinco assistências. Transferiu-se para o River em janeiro de 2015, proveniente do Huracán, em negócio avaliado em quatro milhões de euros. Agora, para os millonarios, o valor do extremo quadruplicou.

Em paralelo, outro dos jogadores referenciados pelos leões para reforçar a equipa, Marcos Acuña, extremo-esquerdo de 25 anos do Racing, que marcou o terceiro golo com que a sua equipa levou de vencida o Independiente de Medellín, para a Taça Sul-Americana, na passada madrugada, deixou a sua despedida aos adeptos: "Prometeram-me, deram-me a palavra de que em junho podia sair. Estou à espera de que a cumpram. Na próxima época terei 26 anos, será mais difícil. Estou agradecido ao grupo, aos adeptos, é muito emocionante que tenham cânticos para mim... Esta época tive a tranquilidade de que precisava", declarou o jogador que também está no radar dos leões para reforçar a ala esquerda do meio-campo da equipa comandada por Jorge Jesus.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon