Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Robert Gesink pára devido a problema cardíaco

Sportinveste 15/04/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Robert Gesink pára devido a problema cardíaco © Sportinveste Multimédia Robert Gesink pára devido a problema cardíaco

A Belkin revelou, esta terça-feira, que o ciclista holandês Robert Gesink sofre de "arritmia cardíaca durante esforços físicos severos" desde há vários anos e, por isso, fará uma pausa na carreira.

"O corredor da Belkin Robert Gesink tem sofrido de arritmia cardíaca durante esforços físicos severos nos últimos anos. Essa situação também acontecia quando este obteve os seus melhores resultados", começa por dizer o comunicado publicado na página oficial da equipa holandesa.

Em exames anteriores, os médicos concluíram que "a arritmia cardíaca não impossibilita a atividade velocipédica, mesmo ao mais alto nível".

"No entanto, desde a Volta a Itália de 2013, o Robert começou a ter receio da sua condição. Em acordo com a equipa, a equipa médica e os especialistas, o Robert decidiu sujeitar-se a uma extensiva observação médica para tentar perceber o motivo da sua desordem e a solução para os seus problemas", acrescenta a nota.

Salientando que não foram encontrados quaisquer motivos que impedissem Gesink de correr, a Belkin revelou que respeita o receio do ciclista, de 28 anos, que não voltará a correr até aviso próximo.

Gesink chegou à elite profissional em 2007, na Rabobank, tendo saído do anonimato na época seguinte, quando ganhou uma etapa na Volta à Califórnia, a rainha do Paris-Nice e terminou em quarto na Fléche Wallone e no Critério do Dauphiné.

Os resultados tornaram-no uma esperança do ciclismo, mas a progressão não foi a esperada: em 2010, foi quinto no Tour, prova na qual fracassou desde então, enquanto na Vuelta foi sexto em 2009 e 2012.

Apesar do "fracasso", ganhou uma etapa na Volta à Suíça, o Grande Prémio Montreal e a Volta a Emília, em 2010, o Tour de Omán, em 2011, a Volta à Califórnia, em 2012, e o Grande Prémio do Québec no ano passado.

Fonte: O Jogo

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon