Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Robert Muller solicita à Casa Branca documentos sobre Trump e vários dirigentes

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/09/2017 Administrator

O procurador especial Robert Mueller, que investiga as ações da Rússia durante a campanha eleitoral para as presidenciais nos EUA de 2016, reclamou à Casa Branca vários documentos sobre o mandato de Donald Trump.

A informação foi revelada hoje pelo jornal New York Times.

O interesse de Muller incide, em particular, sobre as circunstâncias envolventes das demissões do primeiro conselheiro para a Segurança Nacional de Trump, Michael Flynn, e do diretor da polícia federal (FBI, na sigla em inglês), James Comey, bem como um encontro na Sala Oval entre Trump, o ministro dos Negócios Estrangeiros russo e o embaixador russo nos EUA, em maio.

Robert Mueller, um antigo diretor do FBI nomeado em maio para dirigir o inquérito sobre a Rússia com mais independência do poder do que um procurador normal, também solicitou à Casa Branca documentos relativos a outros membros do governo Trump.

Entre os vários eixos da sua investigação, ele procura determinar a existência de um conluio entre os dirigentes de Moscovo e a equipa da campanha eleitoral de Trump, bem como uma eventual tentativa de entrave à justiça por parte do ocupante da Casa Branca, quando este demitiu James Comey em maio.

Trump exprimiu publicamente a sua irritação com James Comey por causa da investigação que este fazia ao dossier russo, inicialmente atribuída ao FBI.

Em maio passado, Trump disse aos russos que a de missão de Comey tinha permitido reduzir "a pressão" sobre a sua pessoa, segundo o New York Times.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon