Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Roger Federer regressa ao 'top-10' e Serena Williams ao 'trono' feminino

Logótipo de LusaLusa 30/01/2017 Nuno Ferrão
FILIP SINGER/EPA © EPA / FILIP SINGER FILIP SINGER/EPA

Redação, 30 jan (Lusa) – O tenista suíço Roger Federer, que no domingo conquistou o 18.º título num torneio de um ‘Grand Slam’, no Open da Austrália, regressou hoje ao grupo de elite dos dez melhores do mundo.

Na classificação feminina, Serena Williams voltou para o primeiro posto, ‘resgatado’ à alemã Angelique Kerber, graças ao triunfo da norte-americana no Open da Austrália.

O número um português, João Sousa, eliminado logo na primeira ronda em Melbourne, ‘caiu’ quatro lugares, surgindo hoje na 41.ª posição, enquanto Gastão Elias, que também foi afastado na eliminatória inaugural do Open da Austrália, ganhou uma posição e é agora o 76.º do mundo.

Federer, que esteve parado na segunda metade de 2016 devido a duas intervenções cirúrgicas, entrou no ‘major’ australiano como 17.º da classificação mundial, mas a vitória em Melbourne permitiu-lhe subir sete posições e fixar-se no décimo lugar da hierarquia.

O espanhol Rafael Nadal, derrotado por Federer na final de domingo, também se ‘valorizou’ com a prestação em Melbourne e subiu ao sexto lugar da classificação do circuito, o que representou a ‘escalada’ de três lugares.

O topo da tabela não sofreu alterações. A classificação continua a ser liderada pelo britânico Andy Murray, que na Austrália não foi além dos oitavos de final.

Pior que Murray fez o sérvio Novak Djokovic, que continua a perseguir o britânico, na segunda posição, apesar de ter perdido logo na segunda ronda do Open da Austrália.

Quanto a Serena Williams, a veterana jogadora, de 35 anos, bateu na final do Open da Austrália a irmã Venus Williams e ergueu o 23.º título num ‘Grand Slam’, número que passa a ser um recorde absoluto no circuito desde a era Open.

Serena ficou agora com mais um troféu ‘major’ que a alemã Steffi Graf e a um título de igualar a australiana Margaret Court.

Michelle Larcher de Brito continua a ser a melhor portuguesa, embora tenha ‘caído’ 15 lugares na lista publicada hoje, surgindo agora na posição 245.

NF // SB

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon