Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ronaldo confiante em ser distinguido com a Bola de Ouro da France Football

Logótipo de LusaLusa 21/11/2016 Pedro Figueiredo
GEORGI LICOVSKI/EPA © EPA / GEORGI LICOVSKI GEORGI LICOVSKI/EPA

Paris, 21 nov (Lusa) – O internacional português Cristiano Ronaldo manifestou-se confiante que será distinguido este ano com a Bola de Ouro, após a vitória de Portugal no Europeu de futebol e da conquista da Liga dos Campeões.

Em entrevista à revista francesa France Football, o jogador revelou ainda que o atacante francês Antoine Griezmann afirmou “detestá-lo” desde a vitória de Portugal sobre a seleção gaulesa na final do Campeonato da Europa deste ano, realizado em França.

“Depois de levantar o troféu [de campeão europeu], fiquei mais descansado], afirmou Ronaldo, sobre a perspetiva de receber o galardão que distingue o melhor jogador do ano, em cerimónia agendada para 13 de dezembro.

Cristiano Ronaldo está entre os 30 candidatos à Bola de Ouro, de acordo com uma lista divulgada a 25 de outubro, tal como os seus compatriotas Pepe (Real Madrid) e Rui Patrício (Sporting).

Atribuída entre 2010 e 2015 em parceria com a FIFA e mediante votação de selecionadores e capitães de seleções de todo o mundo, a Bola de Ouro voltou a ficar somente sob a égide da France Football, cabendo a votação a um júri composto por jornalistas.

A lista de candidatos voltou também a 30 jogadores, em vez de 23, e o vencedor e a classificação completa serão conhecidos a 13 dezembro, ao contrário da FIFA, que divulgava o nome de três finalistas e entregava o prémio em janeiro, numa gala em Zurique.

A FIFA vai realizar a sua cerimónia a 09 de janeiro e entregar, entre outros, o seu prémio de jogador mundial do ano, paralelo à Bola de Ouro.

Na entrevista à France Football, Ronaldo afirmou ainda que quando teve de abandonar o relvado por lesão na final do Euro2016 foi “o momento de maior tristeza” da sua carreira desportiva.

O jogador recordou ainda que os franceses estavam confiantes de que “iam ganhar facilmente” a Portugal na final de Paris.

PGF // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon