Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ronaldo e Asensio oferecem obras de arte em Camp Nou

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/08/2017 Ana Proença

O Real Madrid saiu na noite de domingo do Camp Nou com uma considerável vantagem na disputa da Supertaça, que terá a sua segunda mão na próxima quarta-feira no Santiago Bernabéu.

Foi o primeiro clássico oficial da época em Espanha, a contar para a Supertaça, mas as equipas apresentaram-se já com grande ritmo, proporcionando aos adeptos um excelente jogo de futebol.

O Barcelona, contudo, não se deu bem no seu primeiro desafio pós-saída de Neymar, sofrendo uma derrota em casa por 3-1.

A primeira mão da Supertaça de Espanha aconteceu sem portugueses no onzes titulares. Nélson Semedo e Cristiano Ronaldo foram suplentes. André Gomes nem sequer foi convocado.

Piqué foi o primeiro a marcar, mas na sua própria baliza, colocando o Real Madrid em vantagem aos 50 minutos. Aos 77', o árbitro entendeu que Navas derrubou Suárez e assinalou grande penalidade, que Messi converteu.

© REUTERS/Juan Medina

Cristiano Ronaldo entrou aos 58 minutos para o lugar de Benzema e aos 80' fez um fenomenal golo na sequência de um contra-ataque do Real Madrid. Um remate forte e colocado que é celebrado efusivamente pelo português, tirando a camisola e recriando o gesto de Messi no Santiago Bernabéu na época passada. Por ter tirado a camisola, o português viu cartão amarelo.

Instantes depois, Cristiano Ronaldo foi expulso (82'). O português caiu na área em lance com Umtiti e pediu penálti, mas o árbitro entendeu ter sido simulação.

Reduzidos a 10 elementos, o Real Madrid conseguiu, contudo, ainda chegar ao terceiro golo, com um fenomenal disparo de Asensio, que deixou os catalães sem reação.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon