Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ronaldo tem a palavra: trono de Lewandowski também em jogo com a Suíça

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/10/2017 Hugo Monteiro

© José Coelho/EPA

Poupado na primeira parte, Cristiano Ronaldo entrou no arranque da segunda para decidir o jogo em Andorra. No final, ouviu os elogios dos companheiros de equipa que falaram com os jornalistas (e de Fernando Santos), mas também somou mais alguns registos impressionantes para acrescentar a um currículo cada vez mais cheio. Por exemplo, Ronaldo passou a ser o quarto jogador da história com mais golos marcados por uma seleção - já são 79! -, estando agora a apenas um do japonês Kunishige Kamamoto (80 golos em 84 jogos nas décadas de 60 e 70) e a cinco do húngaro Ferenc Puskás (84 golos em 85 jogos nas décadas de 40 e 50). Distante, para já, só mesmo o iraniano Ali Daei, com 109 golos em 149 partidas.

Mas o capitão da Seleção Nacional saiu de Andorra com mais recordes no bolso: ontem, fez o 50.º golo em fases de qualificação (Mundiais ou Europeus), naquele que já é o melhor registo de um jogador europeu; depois, ainda igualou o polaco Lewandowski na lista de melhores marcadores desta fase de qualificação, com 15 golos. Neste ponto, o avançado polaco marcou este domingo no triunfo (4-2) frente a Montenegro e passou a contabilizar 16. É o máximo alguma vez visto numa fase de qualificação europeia para um Mundial e que Ronaldo tentará ultrapassar, ou pelo menos igualar, frente à Suíça, na terça-feira.

Curiosamente, estes registos chegaram no dia em que Ronaldo voltou a ser suplente na Seleção, algo que já não acontecia há nove anos, quando se ficou pelo banco no confronto com a Suíça para o Euro"2008. A última experiência do avançado como suplente utilizado é ainda mais antiga; foi no Euro"2004, realizado em Portugal, no jogo da fase de grupos frente à Rússia, que terminou em vitória (2-0) lusa. Ronaldo entrou aos 78 minutos, para o lugar de Luís Figo, mas ainda foi a tempo de fazer a assistência para o golo de Rui Costa (89")...

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon