Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rooney, agora no Everton, revela os melhores jogador e treinador com quem trabalhou

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/09/2017 Rui Trombinhas

Internacional inglês deixou o Manchester United no verão e também abandonou a Seleção

© Fornecido por O jogo

Wayne Rooney conheceu apenas três emblemas na carreira: Everton, Manchester United e Seleção Inglesa. De volta ao clube de Liverpool, onde tudo começou, o jogador faz um balanço da carreira até ao momento, aproveitando para destacar dois nomes: "O Paul Scholes foi o melhor com quem joguei. Ele podia calçar as chuteiras agora mesmo e ainda jogaria bem. Tenho a certeza disso. Podia jogar em qualquer lugar. Era bom." No que toca a treinadores, entre clube e Seleção, o antigo capitão de Inglaterra é claro. "Ferguson foi o melhor. Nunca complicou. Agora, por vezes, há demasiada informação. Às vezes só é preciso uma frase: 'Vocês são melhores que eles. Entrem e ganhem."

O jogador de 31 anos, que deixou a Seleção Inglesa, não hesita também em apontar o dedo a um treinador do qual não gostou: Fabio Capello. "Falava mal inglês e todo o staff que trouxe era italiano. Lembro-me de, no Mundial de 2010, na África do Sul, eles estarem a ver um jogo de Itália e vibrarem e celebrarem quando a Seleção marcava. Eu via aquilo, um selecionador de Inglaterra, e pensava que não estava correto."

Sobre Mourinho, Rooney nada disso de muito especial, revelando apenas quando decidiu deixar o United. "Percebi que não ia ser uma figura importante naquilo que Mourinho queria e foi aí que decidi que estava na altura de partir. Agora estou a jogar novamente, a apreciar o meu futebol."

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon