Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rui Alves sobre César: "Pior central que conheci na I Liga"

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/05/2017 Hugo M. Monteiro

Em entrevista ao Diário de Notícias da Madeira, o presidente do Nacional, Rui Alves, reconheceu erros na avaliação de alguns jogadores que chegaram por empréstimo ao clube madeirense

Rui Alves falou sobre os jogadores emprestados que escolheu para reforçar o plantel, deixando duras críticas a César, central que pertence aos quadros do Benfica e que atuou na presente temporada ao serviço da equipa madeirense.

© Fornecido por O jogo

"Assumo uma má avaliação da minha parte porque a intenção era que os jogadores emprestados tivessem uma qualidade que o Nacional não teria possibilidade de adquirir de outra forma a não ser por esta via. Mas a verdade é que não imaginaria, por exemplo, que o pior central que conheci na primeira liga fosse emprestado pelo Benfica. Não me passaria pela cabeça!", atirou Rui Alves, em entrevista ao Diário de Notícias da Madeira.

O líder nacionalista falou ainda de Manuel Machado, mostrando-se arrependido por ter mantido o treinador português para o ataque à temporada 2016/16, e por, depois, o ter despedido a meio da época.

"Em primeiro lugar, deveria ter percebido que o ciclo do professor Manuel Machado no Nacional tinha terminado e, portanto, a época deveria ter sido preparada já com outra liderança. Em segundo lugar, porque condicionado por questões de ordem económica, o Nacional, pela primeira vez desde que está na Liga NOS, fez uma opção de ter um número significativo de jogadores emprestados que vieram a ser determinantes, pela negativa, nesta despromoção. Em terceiro - e se é verdade que deveríamos ter entendido que o ciclo do professor Manuel Machado tinha chegado ao fim - hoje, também acho que devíamos tê-lo mantido até final do campeonato. São três erros capitais do presidente do Nacional nas decisões que conduziram à despromoção", acrescentou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon