Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rui Vitória ‘mantém’ Jonas em dúvida para a “batalha” de Santa Maria da Feira

Logótipo de LusaLusa 03/03/2017 Marco Oliva

Lisboa, 03 mar (Lusa) - O treinador do Benfica afirmou hoje que a visita ao Feirense "é mais uma das 11 batalhas que faltam" aos ‘encarnados' na I Liga portuguesa de futebol e admitiu que o avançado brasileiro Jonas continua em dúvida.

"Isto é para correr, lutar e jogar mais do que o adversário. Vamos ter um adversário difícil. Contra nós, as equipas têm jogado mais baixo no campo, porque nós as obrigamos. Prevejo um jogo difícil, contra uma equipa à procura do nosso erro, uma equipa atrevida, que vai querer causar mossa. É mais uma batalha, das 11 que faltam", referiu Rui Vitória, em conferência de imprensa.

O técnico deixou mesmo elogios à formação adversária, considerando que se "soube organizar" após a saída de José Mota, rendido por Nuno Manta Santos no comando técnico.

“É uma equipa que tem tido um desempenho muito bom e gosto de realçar este tipo de trabalhos. Veio do escalão de baixo, soube organizar-se, mesmo com uma mudança de treinador. Aproveito para deixar uma palavra de apreço ao treinador e ao Feirense. Vamos à Feira para ganhar e para levar mais alegrias aos benfiquistas que vão estar presentes", disse.

Por outro lado, Rui Vitória adiantou que a utilização de Jonas só será decidida perto da hora do jogo, devido a um problema no pescoço que tem afetado o avançado brasileiro e que já o obrigou a falhar os encontros com Borussia Dortmund, Sporting de Braga e Estoril-Praia.

"O Jonas está em recuperação. Vai connosco na convocatória e vamos ver se estará disponível. É uma situação que só se saberá perto da hora do jogo, mas está em franca recuperação", referiu.

O técnico benfiquista mostrou-se ainda "muito feliz" com a chamada do guarda-redes Ederson à principal seleção brasileira, considerando que é "revelador do trabalho que é feito no Benfica".

"A seleção brasileira até poderia levar os dois guarda-redes do Benfica, porque ficaria muito bem servida com o Ederson e com o Júlio César. É revelador do trabalho que é feito no Benfica, pelo Ederson, pelo Luís Esteves (treinador de guarda-redes), pelo Hugo Oliveira (anterior treinador de guarda-redes). Ficamos satisfeitos porque é um marco para um guarda-redes desta qualidade e tem de ser dividido por toda a gente. Espero que fique no Benfica muitos anos, porque tem muita qualidade", elogiou.

ANTONIO COTRIM/LUSA © EPA / ANTONIO COTRIM ANTONIO COTRIM/LUSA

Benfica, líder, com 57 pontos, e Feirense, 13.º, com 26, jogam no sábado, a partir das 20:30, no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira, numa partida que será dirigida pelo árbitro Artur Soares Dias, do Porto.

MYO // PFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon