Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rui Vitória afasta-se dos casos, não dá nada por garantido e explica Jonas

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/02/2017 Hugo Monteiro

Rui Vitória, treinador do Benfica, aborda o triunfo (2-1) em casa do Estoril, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal.

© Filipe Amorim/Global Imagens

O triunfo: "Queríamos ganhar, também por ser o aniversário do clube e querermos ficar com uma marca boa. Houve um jogo de sentido único. Sabíamos que jogávamos contra um bom adversário. Vencemos com toda a justiça. Impusemos o ritmo, cometemos um ou outro erro que o Estoril acabou por aproveitar".

Casos: "Não vi ainda nada, não me posso pronunciar".

Jamor ainda por garantir: "Não. No futebol não há dessas coisas. Cada jogo tem uma história. Demos um passo bom. Ainda se vai passar muito tempo até ao próximo jogo. Agora há uma nova história. Vamos querer ganhar o próximo jogo novamente".

Jonas: Não houve retrocesso, não estava em perfeitas condições e não quisemos arriscar. Outras lesões evoluem favoravelmente, mas temos de esperar. Os jogadores tiveram um bom rendimento, com boa qualidade e isso é que me agrada".

Renovação de Jonas: "Não é a mim que me compete responder, nem pronunciar. O presidente sabe o que fazer. Fico muito contente quando os jogadores estão cá e estão estáveis".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon