Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rui Vitória diz que clássico “não vai resolver nada” e será decidido nos “pormenores”

Logótipo de LusaLusa 31/03/2017 Marco Oliva
FRIEDEMANN VOGEL/EPA © EPA / FRIEDEMANN VOGEL FRIEDEMANN VOGEL/EPA

Lisboa, 31 mar (Lusa) - O treinador do Benfica afirmou hoje que o 'clássico' com o FC Porto "não vai resolver nada" e frisou que a partida da 27.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol vai ser resolvida nos "pormenores".

"Entramos em qualquer jogo com um propósito muito claro, olhando sempre para a possibilidade de ganhar três pontos. Qualquer que fosse o panorama, o nosso foco é conquistar três pontos. Será um jogo difícil, mas jogamos em nossa casa e queremos muito ganhar, contra um adversário forte", afirmou Rui Vitória, em conferência de imprensa.

O técnico do Benfica, que falava na antevisão do 'clássico' de sábado, marcado para o Estádio da Luz, recusou a ideia de se tratar de um jogo decisivo para as contas do título, pelo facto de as duas formações estarem separadas por apenas um ponto, com vantagem para as 'águias'.

De resto, Rui Vitória salientou que "este campeonato vai ser disputado até final" e justificou esta opinião com o que sucedeu na última jornada, quando o Benfica poderia ter perdido a liderança, em virtude do empate em Paços de Ferreira, mas acabou por segurá-la graças à igualdade do FC Porto com o Vitória de Setúbal.

"Depois deste jogo ficam a faltar sete grandes desafios. Amanhã [sábado] fará 15 dias que estava feito um cenário, depois de empatarmos com o Paços de Ferreira. No domingo, criou-se outro cenário, com o empate do FC Porto. Este campeonato vai-se decidir jogo a jogo, golo a golo, minuto a minuto. Este é um jogo importante, é mais uma final, jogada na nossa casa, mas não vai resolver nada. Nós queremos é somar três pontos e somar vitórias", referiu.

Rui Vitória considerou que o jogo grande da ronda será "disputado palmo a palmo, entre duas boas equipas" e frisou que "os pormenores e a capacidade para perceber todos os momentos do jogo vão fazer a diferença".

Apesar de todas as polémicas que têm rodeado o 'clássico', o treinador benfiquista enalteceu a "postura elevada" de todos os intervenientes no jogo de sábado, inclusive os do FC Porto.

"Quero dar os parabéns aos intervenientes do jogo, jogadores, treinadores, agentes próximos do FC Porto e do Benfica, que têm tido uma postura elevada. Temos colaborado para que o jogo seja um espetáculo, com muitos benfiquistas nas bancadas e com um 'inferno', no sentido positivo. Estão reunidas todas as bases para que haja esse espetáculo de qualidade", disse.

Por outro lado, Rui Vitória confirmou que Lindelof está "convocado e pronto para ser chamado", depois dos problemas físicos que o impediram de atuar pela seleção sueca, e revelou que Fejsa, Grimaldo e Lisandro López "regressam à convocatória, mas com condicionalismos".

Já Raúl Jiménez e Jardel, ambos lesionados, são 'cartas' fora do 'baralho', segundo o próprio treinador.

"Ao longo deste campeonato temos arranjado sempre equipas que têm dado resposta. Deixo uma palavra de grande confiança e valorização dos meus jogadores. Têm dado reposta às exigências de cada uma das competições. Todos os treinadores gostam de ter todos os jogadores disponíveis e nós não temos tido essa possibilidade na maioria dos jogos, mas nada disso retira a nossa confiança e foco para o jogo", sustentou.

O Benfica, líder com 64 pontos, recebe o FC Porto, segundo classificado com 63, no sábado, a partir das 20:30, no Estádio da Luz, em Lisboa, num encontro que será dirigido pelo árbitro Carlos Xistra, da Associação de Futebol de Castelo Branco.

MYO/AYCO // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon