Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rui Vitória diz que derrota em Nápoles é passado e não afeta Benfica antes do Feirense

Logótipo de LusaLusa 01/10/2016 Marco Oliva
CESARE ABBATE/ANSA © EPA / CESARE ABBATE CESARE ABBATE/ANSA

Lisboa, 01 out (Lusa) - O treinador do Benfica afirmou hoje que a derrota diante do Nápoles (4-2), para a Liga dos Campeões de futebol, está "arrumada" e frisou que não vai afetar o desempenho dos ‘encarnados’, na receção de domingo ao Feirense.

"O jogo de quarta-feira está claramente arrumado. Está analisado e sabemos o que não fizemos bem. Quando essa competição voltar, teremos oportunidade de continuar o nosso caminho. Queremos é que este jogo [com o Feirense] chegue o mais rápido possível", disse Rui Vitória, em conferência de imprensa.

O técnico benfiquista, que fazia a antevisão da partida com o Feirense, relativa à sétima jornada da I Liga, disse não estar "arrependido" das opções que tomou no encontro da fase de grupos da ‘Champions’ e fez questão de salientar que o desaire não vai interferir no embate do campeonato.

"Os jogadores estão preparados para abordar os jogos à quarta e ao domingo sempre com a perspetiva de ganhar. Qualquer que fosse o resultado na quarta-feira, não iria mudar em nada a abordagem para este jogo. Tivemos a primeira derrota da temporada e queremos voltar às vitórias", salientou.

Por outro lado, Rui Vitória foi perentório na análise à exibição do guarda-redes Júlio César, em Nápoles: "Aqui não apontamos o dedo a ninguém. Perdeu o Benfica, perdemos todos. Era o que faltava estarmos a fazer análises individuais."

Quanto ao encontro com o Feirense, o treinador das ‘águias’ destacou os "bons desempenhos" e o "início de campeonato de qualidade" do adversário, mas frisou que os ‘encarnados’ querem segurar a liderança da I Liga.

"Prevejo um jogo difícil, mas, como tenho dito, não vai mudar a nossa perspetiva. Queremos somar mais uma vitória e continuar no primeiro lugar, para depois trabalharmos com mais tranquilidade durante a paragem", disse, antes de admitir que Pizzi poderá voltar a ocupar um dos lugares do centro do meio-campo, dada a ausência do lesionado André Horta.

Rui Vitória analisou igualmente a situação de Zivkovic, que ainda não foi utilizado em jogos oficiais esta época, sublinhando que o extremo sérvio "é um jovem jogador de qualidade, com capacidade e potencial", mas que não teve "um processo de trabalho contínuo" desde o início do ano.

"Vai crescer e vai ser um grande jogador, porque tem grande potencial. Está a evoluir de forma muito positiva. Assim que entendermos que está pronto para entrar na equipa, entrará", revelou.

Já no que diz respeito à ausência de jogadores benfiquistas na convocatória da seleção nacional A, divulgada na quinta-feira, Rui Vitória não se mostrou preocupado.

"Sou o primeiro a respeitar as escolhas do nosso selecionador. Entendeu desta forma. Mas o Benfica vai ter jogadores na seleção no futuro mais imediato e também no futuro mais longínquo", afirmou.

O Benfica, primeiro classificado, com 16 pontos, recebe o Feirense, nono com nove, no domingo, a partir das 16:00, no Estádio da Luz, em Lisboa, numa partida que será dirigida pelo árbitro Luís Ferreira, da Associação de Futebol de Braga.

MYO/CYP // PA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon