Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rui Vitória espera “trabalho árduo” para o Benfica até ao fim da I Liga

Logótipo de LusaLusa 13/01/2017 João Godinho
HUGO DELGADO/LUSA © LUSA / HUGO DELGADO HUGO DELGADO/LUSA

Lisboa, 13 jan (Lusa) - O treinador do Benfica, Rui Vitória, relativizou hoje a vantagem da sua equipa na frente da I Liga de futebol e lembrou que existem ainda muitos jogos para disputar rumo ao objetivo da conquista inédita do tetracampeonato.

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Boavista, a contar para a 17.ª jornada, o técnico dos 'encarnados' considerou que o primeiro lugar e os seis pontos de vantagem sobre o FC Porto e os oito em relação ao Sporting não alteraram a forma de abordar os encontros.

"É um facto que estamos na frente, mas ainda faltam mais jornadas do que aquelas que realizámos. Temos um trajeto ainda muito grande pela frente. Estamos em primeiro, mas nada mais do que isso. Há equipas com planteis de qualidade, que se apetrecharam bem, e temos um trabalho árduo para fazer. Só pensando jogo a jogo é que podemos alcançar os nossos objetivos", afirmou.

Há cerca de um ano, o Benfica estava no papel de perseguidor dos rivais, ao contrário da presente temporada. Confrontado com as diferenças e o que elas representam para os seus jogadores, Rui Vitória evitou debater o passado.

"O meu foco é a minha equipa no presente. O passado é história. O que serve é o que fazemos diariamente e em cada um dos jogos. Não estou nada preocupado com o que foi o ano passado, nem a quanto os outros rivais estão ou deixam de estar. Só estou preocupado com a forma como os meus jogadores podem render mais", salientou o técnico.

A fechar a primeira volta do campeão nacional está o Boavista, uma equipa a quem Rui Vitória reconheceu "jogadores de qualidade" e que chega ao Estádio da Luz moralizada pelo triunfo na ronda anterior: "Vai ser um jogo complicado, porque vamos defrontar uma equipa que está a evoluir e que tem uma boa estrutura."

Perante as palavras de Miguel Leal, técnico do Boavista, que admitiu a possibilidade de jogar de forma defensiva na Luz, o homólogo 'encarnado' disse estar "preparado" para esse cenário: "Se tiver de jogar com um processo defensivo mais baixo, assim o fará, mas estou em crer que o Boavista será uma equipa que vai querer jogar, ter bola e atacar."

Sem deixar de anunciar a indisponibilidade de Grimaldo e Eliseu para o jogo com os 'axadrezados' devido a problemas físicos, Rui Vitória confirmou ainda que o 'reforço' brasileiro Hermes ainda não será chamado.

Já sobre o mercado de transferências e a possível saída do avançado mexicano Raul Jiménez neste mês, o treinador do Benfica mostrou-se tranquilo: "Temos atualmente soluções de qualidade, os jogadores estão ávidos de jogar. Quem olha atualmente para o Benfica vê perfeitamente que estamos a trabalhar no presente e no futuro."

O desafio entre Benfica, líder com 41, e Boavista, nono com 20, referente à 17.ª jornada da I Liga, está marcado para este sábado, às 16:00, no Estádio da Luz, e vai ser dirigido pelo árbitro Luís Ferreira (Associação de Futebol de Braga).

JYGO // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon