Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rui Vitória: "Nem sempre um grande título é a melhor forma de comunicar"

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/05/2017 Hugo M. Monteiro

O treinador do Benfica, Rui Vitória, falou à comunicação social, na cerimónia de entrega de prémios do CNID

© Filipe Amorim

O técnico do Benfica, Rui Vitória, sugeriu que se faça um "momento de reflexão" entre treinadores e comunicação social, com o intuito de "melhorar e rentabilizar" o futebol em Portugal.

"Acho que é o momento importantíssimo de reflexão de todas as partes, daquilo que é o treinador e a função do jornalista para que todos possamos rentabilizar, melhorar e dar um aspeto daquilo que é tão bom e que nós temos em Portugal, o futebol", começou por apelar, acrescentando: "Todos em conjunto devemos arranjar as melhores formas de rentabilizar e de evoluir em termos de modalidade".

Durante o discurso na cerimónia de entrega dos prémios CNID [Associação dos Jornalistas de Desporto ], o treinador bicampeão no comando das 'águias' sublinhou a importância de "inverter os papéis para perceber as dificuldades" de ambas as partes.

"É importante que eu me sente no meu lugar e tenha a capacidade de me sentar no lugar de quem está à minha frente. Muitas vezes, meto-me naquilo que são as funções de um jornalista, funções de quem está à minha frente a fazer uma pergunta e as dificuldades que existem. É fundamental fazer o papel inverso", explicou.

Quanto à distinção de melhor treinador do ano e consequente prémio, Rui Vitória repartiu o galardão com os seus jogadores e a sua equipa técnica: "Quero partilhar isto com os meus jogadores - eles merecem grande fatia deste prémio - e com a minha equipa técnica, que são elementos de excelente capacidade e merecem ser reconhecidos e vistos. A minha homenagem a eles todos, sem eles eu não ganharia este prémio".

Contudo, o treinador dos 'encarnados' esclareceu que "nem sempre um grande título é a melhor forma de comunicar".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon