Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Rui Vitória: "O orgulho de campeão apareceu"

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/05/2017 Ana Proença

Rui Vitória defendeu que o mais importante no último jogo, frente ao Boavista (2-2), era pôr as faixas de campeão a todos os jogadores. E isso foi conseguido.

À partida para esta última jornada, Pedro Pereira, Kalaica, Hermes e Paulo Lopes ainda não tinham jogado qualquer minuto no campeonato e por isso não eram campeões nacionais. Rui Vitória tratou de resolver a questão na noite deste sábado, no Bessa.

"Foi um jogo em que nós defrontámos boa equipa, parabéns ao Boavista. Um dos nossos objetivos era ganhar e esse não conseguimos. Mas os outros objetivos tínhamos obrigatoriamente de cumprir, que eram tornar todos os jogadores campeões e dar minutos a menos utilizados. Sabia que corria riscos", comentou.

O treinador encarnado reconheceu "falta de entrosamento dos jogadores na primeira parte", dado terem menos rotinas de jogo, mas defendeu que, já na segunda parte, "houve um determinado momento em que o orgulho de campeão apareceu".

© Ivan Del Val/Global Imagens

"Estava fora de jogo não cumprir a minha palavra, tinham de jogar todos e jogaram. Era fundamental reconhecer que foi um grupo de trabalho fantástico e todos merecem. A vitória de um é a vitória de todos", comentou.

Sobre os jovens jogadores que tiveram a sua oportunidade frente ao Boavista, como Pedro Pereira e Kalaica, Rui Vitória disse ver grande potencial nestes atletas. "São jogadores na fase inicial das suas carreiras, o potencial está aqui, não estão prontos, na realidade ainda são muito jovens, mas têm potencial. E como eles, há outros no Benfica", sustentou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon