Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sérgio Conceição a um golo de Tomislav Ivic

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/09/2017 Hugo Monteiro

Há 30 anos que o FC Porto não marcava tantos golos à sétima jornada.

O FC Porto de Sérgio Conceição está a tornar-se um caso sério a nível ofensivo e prova disso é o registo obtido pelos dragões neste início de temporada, sem paralelo nos últimos 30 anos.

© Tony Dias/Global Imagens

Desde 1987 que a equipa azul e branca não marcava tantos golos à sétima jornada. Na altura, o treinador era Tomislav Ivic e o registo situava-se nos 20 golos, mais um do que em 2017/18, na mesma altura.

De salientar ainda que, na I Liga, o FC Porto faz um golo a cada 33 minutos jogadores (vão 19 em sete jogos). É um registo que tem contribuído para o percurso 100 por cento vitorioso dos dragões. Esse dado coloca Conceição ao nível de Jesualdo Ferreira, em 2007, que era, até agora, caso único no século XXI. Para encontrar semelhante é necessário recuar a 1939, quando o húngaro Mihály Siska conduziu o FC Porto a feito idêntico.

Esta sexta-feira, o FC Porto recebeu e goleou o Portimonense por 5-2, no Estádio do Dragão. Marcano, Aboubakar, Marega e Brahimi, por duas vezes, foram os autores dos golos dos anfitriões. Nakajima e Rúben Fernandes faturaram para os algarvios.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon