Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sérgio Conceição explica como meteu o jogo no bolso

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/08/2017 Hugo Monteiro

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, explica a alteração ao intervalo, elogia os jogadores e tem já uma pequena ideia de como vai acabar o campeonato.

O início: "Foi um bom jogo, falando no global. Entrámos muito fortes e intensidade e vontade grande de de chegar à baliza. A a nossa primeira meia hora foi fantástica, nos últimos 15 minutos da primeira parte o Braga cresceu um bocadinho... Mais por um ou outro erro individual e não por o nosso setor defensivo não estar bem. Senti que a equipa ficou desconfiada do que estava a fazer no processo defensivo e por isso a mexida ao intervalo do 4-4-2 para o 4-3-3. Com o Otávio no meio-campo e os alas mais subidos".

A alteração: "Para estagnar, controlar o jogo. Controladas essas características que o Braga apresentou no fim da primeira parte, consegui meter o jogo no bolso. O Braga fez cinco mudanças na equipa e não se notou, equipa competitiva".

Golos: "Podíamos ter feito mais golos na segunda parte. Temos de ser mais eficazes à frente da baliza"

© Miguel Pereira/Global Imagens

Adeptos: "Uma palavra por estes 7 mil adeptos fantásticos, este mar azul vai continuar por muito tempo, não por mim, mas pelos jogadores. Temos jogadores fantásticos pelo trabalho que fazem. Uma palavra também para os que jogadores que não participaram".

Classificação: "A procissão ainda via no adro, há muitos pontos em disputa. Temos que admitir que este FC Porto é muito, muito competitivo. Vai lutar em todos os estádios pela vitória. Acredito que no final da época teremos mais um ponto do que o segundo classificado".

Recorde de Casillas, 360 minutos sem sofrer golos: "O FC Porto fez uma exibição fantástica. Não gosto de individualizar. Ao falar de Casillas teria de falar no grandioso jogo que outros fizeram. Continuamos sem sofrer golos, o que é muito bom. Depende do Casillas, mas também dos dez jogadores que estão à frente dele".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon