Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Síria: Forças apoiadas pelos EUA progridem na ofensiva 'antijihadista' em Raqa

Logótipo de O Jogo O Jogo 17/07/2017 Administrator

Os combatentes sírios apoiados pelos Estados Unidos conseguiram assumir o controlo de outro bairro da cidade de Raqa, o principal reduto do grupo extremista Estado Islâmico (EI) na Síria, divulgou hoje uma porta-voz das Forças Democráticas Sírias.

As Forças Democráticas Sírias (SDF, na sigla em inglês), uma aliança árabe-curda que luta contra os extremistas do EI e que é apoiada pela coligação internacional 'antijihadista' liderada pelos Estados Unidos, iniciou há oito meses uma ofensiva para reconquistar Raqa, no norte da Síria.

"O bairro de Yarmuk foi libertado" no domingo, indicou, em declarações à agência noticiosa francesa AFP, uma porta-voz das SDF, Jihane Cheikh Ahmed, a partir de Ain Issa, a cerca de 50 quilómetros a norte de Raqa.

A ofensiva para reconquistar Raqa "prossegue e há confrontos violentos", referiu.

"Estamos a avançar com prudência. Aquilo que nos importa não é a rapidez, mas sim a libertação de civis e a eliminação do Daesh", assegurou a porta-voz, utilizando o acrónimo árabe do grupo extremista EI.

Em Jazra, nos arredores de Raqa, uma jornalista da AFP testemunhou as forças da coligação 'antijihadista' e os combatentes das SDF a atacarem as posições de artilharia dos extremistas em Raqa.

A progressão das SDF na zona da Raqa tem sido lenta devido às minas que foram colocadas pelos 'jihadistas', que também ameaçam os civis que tentam fugir daquela cidade síria.

"Existem muitas baixas entre combatentes e civis por causa destas minas", referiu um comandante das SDF, que falou sob a condição de anonimato.

"Ontem [domingo] enterrámos seis civis que morreram numa explosão de uma mina quando tentavam fugir", acrescentou o comandante.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, as SDF conseguiram progredir em Yarmuk, um grande bairro na periferia sudoeste da cidade de Raqa, mas ainda não controlam totalmente a zona.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon