Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sócios do Vitória aprovam contas da época passada por maioria

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/10/2017 Hugo Monteiro

Mais de 100 sócios do Vitória de Guimarães aprovaram as contas da temporada 2016/17.

Mais de 100 sócios do Vitória de Guimarães aprovaram as contas da temporada 2016/17, com um resultado positivo de quase 800 mil euros, o primeiro desde 2008/09, e um passivo que caiu para 9,9 milhões.

O exercício financeiro da época passada, viabilizado com pouco mais de 20 abstenções, mostrou que o clube vitoriano, cuja equipa principal ocupa o 10.º lugar na I Liga portuguesa de futebol, passou para 'terreno positivo', graças a um rendimento de 905 mil euros proveniente da participação de 40% na SAD.

Esse capital próprio da SAD, negativo nos exercícios anteriores, em virtude da "compra do plantel originalmente ao Vitória", explicou o diretor de planeamento financeiro, Ricardo Prego, passou a ser positivo (2,26 milhões), após o lucro de 2,8 milhões, motivado por um aumento dos rendimentos para os 16,9 milhões.

Na última assembleia-geral ordinária do segundo mandato da direção de Júlio Mendes, realizada no pavilhão do clube, as contas da SAD e do clube foram apresentadas em conjunto, e Ricardo Prego avançou que 5,6 milhões de euros (35%) foram obtidos com as vendas de Dalbert (Nice, de França), de João Pedro (LA Galaxy, Estados Unidos), de Soares (FC Porto) e Alex Pinto (Benfica).

O responsável acrescentou que a SAD vimaranense obteve mais de 20 milhões de euros em cinco épocas, com as vendas de jogadores, e que, em 2016/17, investiu cerca de 2,8 milhões na equipa B e na formação, tendo ainda obtido receitas de 700 mil euros com a venda de produtos, um "recorde".

© Fábio Poço/Global Imagens

Quanto à atividade do clube, as receitas com as modalidades aumentaram pelo quarto ano consecutivo, para os 637 mil euros, com a gestão das piscinas aumentaram para os 286 mil euros e com o património subiram para os 500 mil, devendo ser superiores na presente época, com o início da exploração de um posto de combustível.

Júlio Mendes destacou que o Vitória de Guimarães, cinco depois de ter assumido a presidência, está "muito melhor", no decurso de uma "estratégia de crescimento", enaltecendo a opção da constituição da SAD por "estratégia" e os três apuramentos para a Liga Europa em cinco épocas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon