Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sam Allardyce: adeus ao Crystal Palace e ao futebol

Logótipo de O Jogo O Jogo 23/05/2017 João Cardoso

O treinador inglês Sam Allardyce anunciou esta terça-feira que vai abandonar o Crystal Palace, clube que conseguiu manter na primeira divisão inglesa, e que vai retirar-se do desporto.

O treinador agradeceu, em comunicado, ao clube pela "oportunidade de sair com a cabeça levantada" e manifestou "razões pessoais" para abandonar a carreira, depois de cinco meses à frente dos londrinos.

Contratado em dezembro do ano passado, Allardyce tinha assinado um contrato de dois anos e meio, mas revelou agora que pretende "viajar e passar mais tempo com a família e os netos, sem a enorme pressão que é ser treinador de futebol".

© Fornecido por O jogo

"Quero poder aproveitar e desfrutar de todas as coisas de que não consigo com as exigências 24 horas por dia, sete dias da semana, de treinar um clube, sobretudo um na 'Premier League'", explicou o inglês, de 62 anos.

Allardyce começou a carreira de treinador ainda como jogador, nos irlandeses do Limerick, em 1991, passando depois Blackpool, Notts County, Bolton, Newcastle, Blacburn, West Ham e Sunderland.

O técnico rumou depois à seleção de Inglaterra, que abandonou em setembro de 2016, ao fim de 67 dias no cargo, depois de ter sido apanhado num escândalo que envolvia o sistema de transferências em Inglaterra.

Após a seleção inglesa, 'Big Sam', como é conhecido, chegou ao Crystal Palace, conseguindo evitar a descida, depois de substituir Alan Pardew, em dezembro de 2016.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon