Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Samaris pode jogar final da Taça de Portugal, face ao recurso do Benfica

Logótipo de LusaLusa 25/05/2017 Pedro Belo da Fonseca

Redação, 25 mai (Lusa) – O médio internacional grego Samaris vai poder jogar domingo a final da Taça de Portugal, depois de o Benfica ter apresentado recurso, que tem efeitos suspensivos, do castigo de quatro jogos que lhe foi aplicado.

Uma fonte do Benfica disse à Agência Lusa que o recurso do castigo de Samaria já entrou e que existe despacho de aceitação a atribuir efeito suspensivo, pelo que o jogar pode defrontar o Vitória de Guimarães.

Samaris foi suspenso na terça-feira por quatro jogos pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), depois de ter dado um murro ao jogador Diego Ivo, do Moreirense, na parte final do embate da 28.ª jornada da I Liga de futebol, a 09 de abril, que os ‘encarnados’ venceram por 1-0.

FRIEDEMANN VOGEL/EPA © EPA / FRIEDEMANN VOGEL FRIEDEMANN VOGEL/EPA

O jogador grego, que na altura não sofreu qualquer punição por parte do árbitro, foi ainda condenado a pagar uma multa de 1.150 euros, de acordo com o comunicado do CD da FPF.

Com o recurso, o Benfica suspende, para já, a pena a Samaris, que, ainda tem mais um jogo para cumprir, no campeonato, depois de ter somado no sábado, no Estádio do Bessa, frente ao Boavista, o quinto amarelo na edição 2016/17 da I Liga de futebol.

O grego pode defrontar os vimaranenses, mas fica em risco de falhar a Supertaça Cândido de Oliveira, o jogo de abertura da próxima época, mas as quatro primeiras jornadas da edição 2017/18 do campeonato, isto se permanecer nas ‘águias’.

PFO/JP // PFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon