Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

San Antonio Spurs a uma vitória do título

Sportinveste 13/06/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
Os San Antonio Spurs deram mais um recital de basquetebol coletivo em Miami, onde cilindraram os He ...: San Antonio Spurs a uma vitória do título © Sportinveste Multimédia San Antonio Spurs a uma vitória do título

Os San Antonio Spurs deram mais um recital de basquetebol coletivo em Miami, onde cilindraram os Heat por 107-86, colocando-se a um triunfo do título da NBA, que podem selar domingo em casa.

Dois dias depois do triunfo no terceiro jogo (111-92), os texanos voltaram a vulgarizar os campeões na sua casa, num quarto duelo que ganharam novamente com grande folga, colocando-se com um 3-1 jamais invertido na história das finais.

Em San Antonio, os Miami Heat haviam respondido no segundo jogo, com um triunfo por 98-96, ao desaire no primeiro, por 110-95, mas, desta vez, nem estiveram perto. Ponto final numa série de 48 jogos seguidos nos "play-offs" sem perderem duas vezes consecutivas.

Mesmo sem as percentagens "loucas" do terceiro jogo, os Spurs chegaram ao final do primeiro período com nove de vantagem (26-17), atingiram o intervalo já com 19 (36-55) e, após três períodos, o jogo estava "acabado": eram já 24 à maior (81-57).

O quarto período acabou, assim, por ser um passeio para o "cinco" de Gregg Popovich e um pesadelo para os Miami Heat, completamente impotentes para conseguirem sequer baixar a diferença das duas dezenas. Fixou-se em 21 pontos.

Kawhi Leonard, com 20 pontos e 14 ressaltos, voltou a efetuar uma grande exibição, enquanto Tony Parker controlou o jogo, com 19 pontos e duas assistências, e Boris Diaw foi também "gigante", com oito pontos, nove ressaltos e nove assistências.

Com mais um "triplo-duplo", o 158.º nos "play-offs", passando a liderar isolado a história da NBA neste capítulo, Tim Duncan (10 pontos e 11 ressaltos) esteve igualmente em evidência, tal como Patrick Mills, com 14 pontos, e Danny Green, com nove, graças a três "triplos" na fase inicial do jogo.

Na formação de Miami, LeBron James voltou a ser o melhor, com 28 pontos e oito ressaltos, mas, praticamente, só jogou um período, o terceiro, no qual marcou 19. Mesmo assim, os anfitriões perderam o parcial por 26-21, pois os outros só marcaram dois.

A diferença entre o coletivo e o individual tem, aliás, sido a imagem da final de 2014, que pode terminar no domingo. Ainda assim, os "play-offs" já registaram 39 triunfos fora, um recorde, e, como tal, os campeões ainda podem sonhar, talvez só por isso.

Fonte: OJOGO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon