Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Santa Clara, Vizela e Real afastam primodivisionários Rio Ave, Moreirense e Arouca

Logótipo de LusaLusa 16/10/2016 Alberto Peres

Redação, 16 out (Lusa) – Santa Clara, Vizela e Real inverteram hoje a tendência até agora registada na terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, ao eliminarem os primodivisionários Rio Ave, Moreirense e Arouca.

De entre os resultados menos esperados, e por isso merecedor do epíteto de ‘tomba gigantes’, está a vitória do Real (Campeonato de Portugal, CP) frente ao Arouca (I Liga), por 1-0, que avança assim para a quarta ronda da Taça, cada vez mais ‘virada’ para as equipas dos principais escalões.

O Vizela (II Liga) venceu na receção ao Moreirense (I Liga), por 1-0, e o Santa Clara (II) afastou o Rio Ave (I) através do desempate nas grandes penalidades (4-2), após empate a 1-1.

O Santa Iria, única equipa ‘sobrevivente’ dos Distritais na terceira ronda, caiu em casa frente ao Vitória de Guimarães (I Liga), não sem dar luta, como espelha o resultado tangencial de 2-1.

Salvo raras exceções, nos confrontos que opuseram equipas da I Liga a outras dos escalões secundários, nomeadamente II Liga e Campeonato de Portugal, imperou, com maior ou menor facilidade, a condição de favorito à partida.

O Tondela (I Liga) goleou em casa do Sertanense (CP), por 4-0, o Marítimo (I) obteve resultado igual na deslocação à Naval 1.º de Maio (CP), o Nacional venceu o Estarreja (CP), por 3-1, o Feirense (I) o Alcanenense (CP), por 2-1, o Estoril-Praia (I) o Caldas (CP), por 1-0, e o Desportivo de Chaves (I) o União da Madeira (II), por 1-0.

O Torreense (CP) não se amedrontou perante um opositor do escalão superior e afastou o Académico de Viseu (II Liga), com um triunfo por 2-0.

O Varzim (II Liga) impôs-se ao Recreio de Águeda (Campeonato de Portugal), por 3-0, e o Cova da Piedade (II) foi vencer em casa do Mortágua (CP), por 1-0.

No duelo entre equipas do CP, o fator casa imperou nos triunfos do Oriental sobre o Barreirense (2-0), da Sanjoanense frente ao Lusitano de Vila Real de Santo António (2-1), do Aljustrelense perante o Limianos (1-0) e do Praiense na receção ao Farense (3-1).

As exceções à ‘regra’ do fator casa nas eliminatórias entre equipas do terceiro escalão foram os triunfos do Vilafranquense no terreno do Vitória de Sernache (1-0) e do Benfica Castelo Branco no do Cinfães (1-0).

O Leixões (II Liga) foi obrigado a horas extraordinárias para afastar o Merelinense (CP), tendo carimbado a presença na quarta eliminatória através da marcação de granes penalidades (7-6), após empate a 2-2.

Também o Gil Vicente (II Liga) teve de esperar pela marcação das grandes penalidades (4-1) para desfazer o ‘nulo’ com o Casa Pia (CP) e conseguir prosseguir em prova.

A ronda prossegue com a deslocação do Vitória de Setúbal (I Liga) a casa do Trofense (CP) e com a Académica (II Liga) a receber em Coimbra o Belenenses (I), naquele que é tido como o jogo grande de hoje.

APS // JP

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon