Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sato vence 500 milhas de Indianápolis, Alonso abandona

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/05/2017 Alcides Freire

O piloto espanhol, Fernando Alonso, abandonou a 21 voltas do fim

O piloto japonês Takuma Sato (Honda) venceu a 101.ª edição das 500 milhas de Indianápolis, mítica prova automobilística, enquanto Fernando Alonso abandonou a 21 voltas do final depois de ter estado na liderança.

© STEVE C. MITCHELL

Sato, aos comandos de um Honda pela Andretti, bateu o brasileiro Hélio Castroneves (Chevrolet), que já venceu a prova por três vezes, por apenas 0,2011 segundos, com o britânico Ed Jones (Honda) em terceiro.

O antigo piloto de F1, de 40 anos, fez história para o Japão por duas vezes no mítico circuito norte-americano: em 2004, foi o primeiro nipónico a subir ao pódio na Fórmula 1 e, 13 anos depois, tornou-se o primeiro do seu país a vencer a prova lendária de Indianápolis.

É a segunda vitória seguida da Andretti, que em 2016 tinha vencido a prova com o "rookie" Alexander Rossi, e a terceira nos últimos três anos, depois de Ryan Hunter-Reay ter vencido em 2014.

O piloto de F1 Fernando Alonso, campeão mundial em 2005 e 2006, liderou a prova durante 27 voltas, o terceiro melhor registo dos pilotos em prova, antes de um problema do motor a 21 voltas do final o forçar a abandonar.

Ainda assim, o espanhol, de 35 anos, avaliou a sua prestação como "uma boa experiência" e garantiu que poderá regressar à competição.

Alonso elogiou ainda o colega de equipa Sato, pela vitória e pelo apoio que o "ajudou muito" durante as últimas semanas, de preparação para a prova.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon