Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Seca: Aldeia de Bragança recorre à tradição de pedir chuva à Senhora da Serra

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/10/2017 Administrator

A população da aldeia de Rebordãos, em Bragança, vai recorrer a uma tradição antiga e excecional para pedir chuva à Senhora da Serra, com uma novena que começa e acaba a carregar a santa em ombros durante duas horas.

Há, pelo menos, 15 anos que não se fazia este ritual, como disse hoje à Lusa o pároco e reitor do Santuário da Senhora da Serra, Manuel Rodrigues, explicando que se trata de "uma tradição de Rebordãos em que, para chover ou parar a chuva, a população vai buscar Nossa Senhora ao santuário para a igreja matriz" da aldeia.

A santa, uma imagem "grande e pesada", é carregada em ombros num percurso de duas horas pela serra, que será feito no sábado, à tarde. Segue-se a novena, uma procissão de velas pelas ruas da aldeia, a 27 de outubro, e, no dia seguinte, a santa é carregada da aldeia para o santuário no cimo da serra.

"As pessoas estão já em pânico. Não é pela falta de água nas torneiras, mas ao nível da agricultura - tem de chover em cima das castanhas - e elas só recorrem a esta tradição em casos extremos", descreveu o pároco.

A população da aldeia foi quem pediu para fazer a novena devido à seca extrema que está a afetar sobretudo os campos e concretamente a castanha, principal fonte de rendimento no concelho de Bragança, um dos maiores produtores nacionais.

A população desta aldeia da Serra da Nogueira tem devoção na santa e "está confiante de que vai ser atendida", como afirmou Manuel Rodrigues.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê chuva, a partir de segunda-feira, para todo o país.

O pároco disse à Lusa que já viu também as previsões oficiais, mas, "embora deem dois ou três dias de chuva, resume-se a poucas horas".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon