Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Seca: Produtos hortícolas do Oeste, maior produtor do país, podem faltar nos mercados

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/10/2017 Administrator

Torres Vedras, Lisboa, 12 out (Lusa)- Os produtos hortícolas podem vir a escassear nos mercados, alertou hoje a Associação Interprofissional de Horticultura do Oeste (AIHO), a maior região produtora do país onde os agricultores estão a atrasar as culturas pela falta de chuva.

"Este tempo seco está a atrasar as plantações das culturas hortícolas e os hortícolas podem vir a faltar no mercado", afirmou à agência Lusa o presidente da AIHO, António Gomes, acrescentando que os viveiros "estão cheios de plantas" que não são vendidas.

"Os agricultores têm receio de produzir, se não chover", disse.

O dirigente agrícola estimou que, dos cerca de cinco mil hectares de culturas ao ar livre e de estufa que nesta altura costumavam, em anos anteriores, estar ocupados com as produções de couves, tomate, alfaces, espinafres ou outras leguminosas, este ano só existem dois mil.

"As culturas que existem estão em risco, se não chover", alertou.

O setor hortofrutícola teme vir a ter elevados prejuízos, decorrentes da falta de produção no mercado nacional e da eventual quebra nas exportações.

Estima-se que mais de metade da produção nacional de hortícolas é produzida na região Oeste.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon