Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Seleção dos Camarões recusa viajar para o Brasil

Sportinveste 08/06/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia

A comitiva da selecção camaronesa recusou-se este domingo a embarcar no avião que a devia transportar para o Brasil, onde vai disputar o Mundial2014, por desacordo nos prémios de participação.

De acordo com o jornal francês "L'Equipe", os jogadores dos "leões indomáveis", após a vitória frente à Moldávia, num jogo de preparação, boicotaram a cerimónia de entrega à equipa da bandeira dos Camarões, com a presença do primeiro-ministro camaronês, e na qual acabou por ser a equipa técnica, liderada pelo selecionador Volker Finke, a receber o símbolo nacional.

A questão parecia resolvida quando os futebolistas aceitaram suspender a greve aos treinos a 23 de maio e jogar o particular com a Alemanha (2-2), enquanto aguardavam o acordo com a federação camaronesa quanto aos prémios, cujos valores oferecidos não corresponderam às expectativas dos jogadores.

A seis dias da sua estreia no Mundial2013, frente ao México, no próximo sábado, os jogadores, ainda segundo o "L'Equipe", ameaçam permanecer em Yaundé até que o "conflito" com a federação seja resolvido.

Em 2002, antes do Mundial disputado na Coreia do Sul e no Japão, ocorreu um caso similar quando a equipa permaneceu num hotel na localidade francesa de Roissy até alcançarem os valores monetários desejados. Depois, na competição, acabaram por ser eliminados na fase de grupos.

Fonte: O Jogo

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon