Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Seri na primeira pessoa: "Não tenho a cabeça no futebol, explodi com a atitude do Nice"

Logótipo de O Jogo O Jogo 28/08/2017 Hugo Monteiro

Seri, médio do Nice, aborda a transferência falhada para o Barcelona.

A transferência de Jean Michael Seri para o Barcelona não se concretizou e o jogador revela agora pormenores sobre o caso. O médio, que em Portugal representou FC Porto B e Paços de Ferreira, admite estar a passar por um momento difícil no Nice e confessa que "explodiu" com a atitude do clube francês.

© Sebastien Nogier/EPA

"Sinto-me muito mal. Não vou mentir, estou muito sentido. Para mim o futebol é uma festa, uma alegria. Este fim de semana não joguei pelo Nice porque não tenho a cabeça no futebol. O meu sonho de ir para o Barcelona acabou e para mim é terrível", vincou, numa entrevista ao jornal "Mundo Deportivo".

"As conversações entre os dois clubes foram de mal a pior. Foi por motivos financeiros", disse, sem esconder que não conseguiu estar 100 por cento concentrado enquanto durou a novela. O jogo com o Nápoles, do play-off da Champions, é disso exemplo.

"Quando terminou o jogo estive uma hora reunido com os dirigentes do Barcelona e não me falaram sobre o retrocesso na minha transferência. Fui para casa contente e fiquei a saber a notícia no dia seguinte. Fiquei petrificado quando soube que a transferência tinha abortado. Fui às instalações do Nice para saber junto dos dirigentes o que se tinha passado e explodi. As paredes caíram. Os dirigentes não me diziam nada, nem me olhavam nos olhos. Estava claro que algo se passava: prometeram-me uma coisa e não a cumpriram. Pediram mais dinheiro do que aquilo que estava estipulado", contou, embora ainda com esperança num reacender do interesse espanhol e referindo a cobiça de outros clubes, como Juventus, PSG, Arsenal, Dortmund ou Liverpool.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon