Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sete civis mortos em explosão de carro armadilhado no Egito

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/07/2017 Administrator

Quatro jihadistas e pelo menos sete civis morreram na segunda-feira no Sinai quando um grupo armado tentou atacar um posto da polícia com um carro armadilhado, que explodiu antes de atingir o alvo, indicou hoje o exército egípcio.

Num comunicado, o exército adiantou que os quatro terroristas estavam dentro da viatura e tentaram dirigir o carro para o posto da polícia no norte da península do Sinai.

No entanto, um agente da polícia apercebeu-se da situação e abriu fogo sobre a viatura, que explodiu a cerca de 200 metros da esquadra, matando também sete civis - três homens, duas mulheres e outras tantas crianças - que se encontravam próximo do local.

No comunicado, o exército egípcio indicou que o ataque ocorreu a sul da cidade Al-Arich, capital da província do Norte do Sinai, sem avançar mais pormenores.

O Norte do Sinai é uma região onde opera a ala egípcia da organização jihadista Estado Islâmico (EI), que já provocou a morte a centenas de soldados e polícias locais.

Em 2013, depois de o Presidente egípcio, Mohamed Morsi, ter ilegalizado a Irmandade Muçulmana, vários grupos extremistas multiplicaram-se em atentados contra as forças de segurança, nomeadamente no Sinai.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon