Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Seul pede à Coreia do Norte que se abstenha de fazer novos testes de mísseis

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/07/2017 Administrator

A Coreia do Sul pediu hoje à Coreia do Norte que se abstenha de realizar novos testes de mísseis e que tome uma "decisão inteligente" sobre o assunto.

"O Governo responderá severamente às provocações da Coreia do Norte [se acontecer um novo teste balístico]. Espero que o Norte tome uma decisão inteligente", afirmou um porta-voz do Ministério da Unificação sul-coreano, citado pela agência noticiosa sul-coreana Yonhap.

As declarações surgem pouco depois de a cadeia televisiva norte-americana CNN ter informado que a Coreia do Norte poderia estar a preparar um novo lançamento a propósito do "Dia da Vitória", nome que o regime de Pyongyang dá ao aniversário do armistício que pôs fim à Guerra da Coreia (1950-53) e que se assinala na quinta-feira.

O regime de Pyongyang realizou o último ensaio balístico no passado dia 02 de julho, quando disparou pela primeira vez um míssil intercontinental com aparente capacidade para alcançar algumas zonas dos Estados Unidos.

Os contínuos testes de armamento da Coreia do Norte contribuíram para elevar a tensão na península coreana e provocaram um endurecimento da retórica em Washington, onde a administração de Donald Trump insinuou a possibilidade de efetuar ataques preventivos contra o país.

Seul propôs na semana passada que os dois países mantivessem conversações militares -- as primeiras em quase três anos -- para aliviar a tensão atual, sugestão a que Pyongyang ainda não respondeu oficialmente.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon