Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sobe para 17 número de mortos em incêndios na Califórnia (EUA)

Logótipo de O Jogo O Jogo 11/10/2017 Administrator

Os devastadores incêndios que lavram desde domingo na Califórnia, nos Estados Unidos, deixaram pelo menos 17 mortos e destruíram mais de 46.500 hectares, de acordo com o mais recente balanço oficial.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aprovou na terça-feira a declaração de estado de desastre na Califórnia, uma medida que facilita a intervenção de ajuda e envio de recursos federais, depois de, na véspera, o governador daquele estado, Jerry Brown, ter declarado o estado de emergência nas áreas afetadas pelas chamas.

"Em nome do Presidente dos Estados Unidos, quero assegurar à Califórnia que iremos trabalhar de forma estreita com o governador Brown e apoiar os corajosos serviços de intervenção imediata", assinalou na terça-feira o vice-presidente norte-americano, Mike Pence, que se encontra na Califórnia.

Brown afirmou, por seu lado, que a Agência Federal para a Gestão de Emergências (Fema) atendeu de imediato ao pedido da Califórnia para combater estes "terríveis incêndios" e agradeceu "a rápida resposta" do Presidente Trump.

As 17 vítimas mortais dos incêndios na Califórnia foram registadas nos condados de Sonoma (11), Mendocino (3), Napa (2) e Yuba (1), segundo dados oficiais.

As autoridades indicaram que pelo menos 1.500 edifícios, entre habitações e estabelecimentos comerciais, foram destruídos pelas chamas de 17 incêndios diferentes que se alastraram por nove condados do norte da Califórnia.

Em Sonoma, foram reportados pelo menos 200 casos de pessoas desaparecidas, 45 das quais entretanto localizadas.

Os serviços de emergência indicaram que os fortes ventos que ajudaram as chamas a alastrar perderam intensidade, o que, a par com a descida das temperaturas, permitiu aos bombeiros alcançar progressos no combate aos incêndios na noite de terça-feira.

Pelo menos 25 mil pessoas foram retiradas no condado de Sonoma devido à ameaça das chamas. Aproximadamente cinco mil pessoas encontram-se em abrigos.

Os fogos em Tubbs e em Atlas, com mais de 10.000 hectares consumidos em cada um deles nos condados de Sonoma e Napa, são os de maior dimensão entre os que continuam ativos, estando ainda sem controlo.

"Muitos destes fogos vão levar mais dias, e até potencialmente mais semanas, até que se consiga uma contenção completa", afirmou na terça-feira, ao jornal Los Angeles Times, o chefe de informação do Departamento das Florestas e Proteção Contra os Incêndios da Califórnia, Daniel Berlant.

Os incêndios começaram, por causas que ainda se desconhecem, na noite de domingo, e expandiram-se rapidamente.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon