Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sobrelotação na esquerda obriga Benfica a adiar Ailton

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/07/2017 Hugo Monteiro

Lateral-esquerdo brasileiro está garantido pelas águias, mas ainda segue para estágio com o Estoril.

Ailton chegou no domingo a Lisboa e foi recebido no aeroporto por um funcionário do Estoril, esperando-se que integre a comitiva que se desloca a Málaga para dar início ao estágio de pré-temporada. O jogador, recorde-se, chegou do Brasil onde se deslocou para acompanhar as cerimónias fúnebres do seu pai tendo, por essa razão, adiado o arranque da nova época.

© Tiago Petinga/Lusa

Tal como O JOGO avançou em tempo oportuno, o lateral-esquerdo canarinho foi fechado com o Benfica por dois milhões de euros, por metade do passe, na última semana, mas, tudo indica, será cedido por empréstimo ao emblema da linha. Seguido durante a temporada pelos responsáveis encarnados, Ailton, de 22 anos, esteve muito perto de assinar pelos russos do CSKA Moscovo que teriam oferecido dois milhões de euros ao Estoril, mas por 80 por cento do passe do atleta.

Ailton deverá formalizar a sua ligação ao Benfica em breve. A sobrelotação na lateral-esquerda das águias obriga Rui Vitória a adiar a presença do jogador no plantel.

Além de Ailton, o Benfica segurou também Carlinhos e Bruno Gomes, ambos titulares do Estoril na última época e responsáveis pelos bons desempenhos que a equipa da Linha teve diante das águias. Luís Filipe Vieira acertou a compra de 50 por cento do passe destes jogadores por 1,5 milhões de euros (750 mil euros cada um), mas tal como o lateral-esquerdo, não serão integrados no plantel, permanecendo no Estoril. Aliás, Carlinhos estendeu a sua ligação ao clube, renovando contrato até junho de 2020.

Bruno Gomes e Carlinhos estão sinalizados para o futuro. Os jogadores não irão fazer parte do plantel das águias porque Rui Vitória tem muitas opções para o ataque. Jonas, Mitroglou, Jiménez e Seferovic são as principais, mas também Rafa ou Diogo Gonçalves, podem surgir pelo meio no apoio ao ponta de lança.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon