Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sparagna diz que o Vitória está largamente ao alcance do Marselha

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/10/2017 António Soares
. © Fornecido por O jogo .

O jogador francês esteve emprestado pelo Marselha ao Auxerre, antes de vir parar ao Boavista e revelou alguns segredos do V. Guimarães à Imprensa francesa, antes do duelo da Liga Europa

Stéphane Sparagna, jogador do Boavista, já defrontou o V. Guimarães esta época, na liga portuguesa, e deu algumas pistas sobre a equipa minhota em entrevista ao "La Provence", apontando Raphinha como o jogador mais perigoso da equipa de Pedro Martins. "É o jogador do passe decisivo, muito técnico e rápido. Há ainda o Konan, que é bastante bom. O V. Guimarães é sobretudo uma equipa agressiva, que não receia os duelos e o contacto. Vai ser um combate interessante, porque taticamente são muito sólidos. Se o Marselha entrar forte, mantiver o ritmo e não os deixar trocar a bola têm pela frente um adversário largamente ao alcance", explicou Sparagna.

O jogador do Boavista avisou ainda para a flexibilidade tática dos minhotos. "Quando os defrontamos começaram com um 4x3x3, mas depois mudaram o sistema, surgindo com dois avançados na área", acrescentou.

Em termos de fraquezas a explorar pelo Marselha, Sparagna apontou os centrais, como sendo lentos, revelando ainda que o facto dos laterais jogarem muito projetados, "abre muito espaço nas costas". "O Marselha não os pode deixar jogar, deve virar-se para o ataque mal recupere a bola", acrescentou ainda.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon