Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sporting aceita libertar Beto, mas com uma condição

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/07/2017 Hugo Monteiro
© Octávio Passos/Global Imagens

Dirigentes leoninos já procuram alternativas no mercado, preferencialmente jogadores livres e que representem um salário anual dentro dos parâmetros do que possui o guarda-redes de 35 anos,

A saída de Beto do Sporting está dependente da chegada de um sucessor. Segundo O JOGO apurou, a administração da SAD só deseja libertar o jogador quando tiver alinhavada a contratação de um novo guardião para ser alternativa a Rui Patrício na baliza verde e branca. Beto manifestou aos responsáveis pelo emblema de Alvalade a vontade de sair, mesmo tendo um ano de contrato por cumprir, sublinhando esse desejo com a proximidade do Mundial, prova na qual o atleta formado no clube tem ambição de participar. Para tal, sabe Beto, terá de jogar com regularidade, pois só uma conjugação de fatores semelhante à que o levou à Taça das Confederações - as lesões de Anthony Lopes e Marafona - poderá levá-lo de novo à Rússia, isto se Portugal conseguir a qualificação.

Sabendo da vontade do jogador de 35 anos, o Sporting já procura no mercado alternativas, solicitando a vários agentes a apresentação de nomes que estejam na condição de jogadores livres ou representam reduzidos encargos financeiros. Aliás, a SAD deseja desembolsar um valor salarial entre 300 e 400 mil euros livres de impostos por temporada, um montante próximo do que aufere Beto em Alvalade, apurou o nosso jornal. Beto, esse, tem em mãos uma oferta dos turcos do Goztepe, que subiram recentemente à primeira divisão, mas tal não pressupõe qualquer compensação financeira para os leões. Beto terá, em primeiro lugar, de se desvincular do Sporting, necessitando da anuência dos dirigentes leoninos, algo que até agora não foi alcançado. Jorge Jesus, porém, já dá a saída do guarda-redes como um dado adquirido.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon