Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sporting da Praia na final do campeonato de Cabo Verde cinco anos depois

Logótipo de LusaLusa 01/07/2017 Ricardino Pedro

Praia, 01 jul (Lusa) - O Sporting da Praia apurou-se hoje para a final do campeonato de futebol em Cabo Verde cinco anos depois, após vencer a Académica do Porto Novo por 1-0, em jogo da segunda mão das meias-finais da prova.

Em partida realizada no Estádio da Várzea, na cidade da Praia, o único golo foi apontado de cabeça pelo defesa-central Blaisse, na primeira parte, na sequência de um pontapé de canto.

Depois do empate 1-1 na primeira mão, em Santo Antão, a Académica procurou o empate para ainda chegar ao prolongamento, mas o Sporting resistiu e fez a festa do apuramento no seu estádio.

O Sporting da Praia, treinado pelo antigo capitão da seleção de Cabo Verde Lito Aguiar, apurou-se para a final da prova máxima de clubes no país cinco anos depois.

A última vez que os 'leões' da capital, campeões regionais de Santiago Sul, chegaram a esta fase decisiva foi em 2012, na altura vencendo o Atlético de São Nicolau.

O outro finalista do nacional de futebol cabo-verdiano será conhecido no domingo à tarde, quando o Mindelense de São Vicente receber a Ultramarina de São Nicolau.

Lusa/LUSA © LUSA / Lusa Lusa/LUSA

Esta eliminatória está envolta em polémica, já que a primeira mão não se realizou, porque, depois de dois adiamentos, no dia marcado não apareceu ninguém para abrir as portas do Estádio Municipal do Tarrafal de São Nicolau.

Por causa disso, a Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) penalizou a equipa da Ultramarina com derrota nesse jogo, suspendeu os campeões de São Nicolau por um ano, que ainda vão pagar 15 mil escudos (136 euros) de multa e indemnização à FCF.

O clube de São Nicolau tem cinco dias (até 06 de julho) para contestar a decisão do Conselho de Disciplina do órgão máximo do futebol cabo-verdiano.

RYPE // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon