Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sporting investe na Argentina: dois a fugir, um em cima da mesa

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/07/2017 Hugo Monteiro

O River Plate descarta a venda de Pity Martínez, até dezembro, e os leões viram-se para o canhoto do Racing, cujo custo pode ascender aos 11 milhões de euros

© DEMIAN ESTEVEZ/EPA

O Sporting teve um emissário na Argentina na última semana, nomeadamente o administrador da SAD, Guilherme Pinheiro, que regressou a Lisboa deixando uma porta aberta para reforçar o plantel com o extremo Marcos Acuña, do Racing.

Os leões tinham vários alvos identificados para a posição no mercado argentino, mas já viu fugir dois deles. A primeira abordagem foi por Pavón (o Boca Juniors está a negociar o extremo com o Zenit); seguiu-se uma proposta de 13 milhões de euros para convencer o River Plate a libertar Gonzalo Pity Martínez, que os millonários recusaram (exigiram 16,5 milhões de euros), dado terem enchido o cofre com a venda de Driussi para o Zenit e não pretenderem ver partir outra peça-chave da equipa... pelo menos até à janela de mercado de dezembro/janeiro.

Nesse sentido, para reforçar as alas do ataque, o emblema verde e branco mantém conversações abertas com o Racing por Acuña, que na madrugada de quinta para sexta-feira (hora portuguesa), após marcar um golo no triunfo sobre o Independiente de Medellín (Taça Sul-Americana), manifestou a intenção de sair no imediato. "Prometeram-me, deram a palavra que em julho podia sair. Estou à espera que a cumpram. Na próxima época terei 26 anos, será mais difícil", disse o extremo-esquerdo que tem uma cláusula de rescisão de oito milhões (com impostos e outras despesas chega aos 11 Meuro) e o passe repartido entre Racing e Ferro Carril Oeste (50% de cada).

Recorde-se que para os flancos do ataque o Sporting conta com um titular indiscutível, Gelson Martins, na direita, estando em disputa a titularidade na esquerda. Bryan Ruiz está no mercado, Bruno César é o canivete suíço de Jesus e pode ocupar todo o flanco, e há alternativas como Matheus Pereira ou Iuri Medeiros. No entanto, o técnico leonino quer um reforço de peso para atacar o título.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon