Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sporting pede castigos para Jonas e Samaris ao Conselho de Disciplina

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/04/2017 Ana Proença
© Filipe Amoriml/Global Imagens

O Sporting enviou ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol várias queixas contra o Benfica relativamente ao clássico com o FC Porto de sábado último. Jonas e Samaris são dois dos visados.

O JOGO sabe que o Sporting denuncia ao Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) a agressão de Jonas a Nuno Espírito Santo, aludindo "ao artigo 145 n.º1 alínea b) do RD LPFP16", que prevê "a sanção de suspensão a fixar entre o mínimo de dois meses e o máximo de dois anos e, acessoriamente, com a sanção de multa de montante a fixar entre o mínimo de euro 2550 e o máximo de 12 750 euros".

Samaris é outro dos jogadores sobre o qual o Sporting apresentou uma participação no CD por causa de alegada agressão a Alex Telles. Apontando os regulamentos, os leões pedem na participação "sanção de suspensão a fixar entre o mínimo de um a um máximo de 10 jogos e multa de montante a fixar entre o mínimo de 510 euros e o máximo de 5100 euros".

Ainda relativo a acontecimentos ocorridos durante o clássico Benfica-FC Porto (1-1), o Sporting reclamou junto do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) a existência de claques não legalizadas que têm o apoio do clube da Luz, censurando o comportamento desses adeptos no duelo de sábado.

"Uma vez que é proibido ao promotor do espetáculo desportivo o apoio a grupos organizados de adeptos que não se encontrem previamente registados nos termos dos números anteriores ou cujo registo tenha sido suspenso ou anulado, sendo que o seu incumprimento pode determinar, enquanto as situações indicadas nos números anteriores se mantiverem, a realização de espetáculos desportivos à porta fechada", pode-se ler numa passagem da participação leonina ao IPDJ.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon