Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Sporting pretende reaver aposta em Ryan Gauld

Logótipo de O Jogo O Jogo 12/05/2017 Alcides Freire

SAD pretende recuperar os 2,75 milhões de euros investidos no jovem escocês em 2014. Indefinição em torno da continuidade de Jorge Jesus está a condicionar planeamento.

A indefinição em torno da continuidade de Jorge Jesus no comando técnico dos leões na próxima temporada, gerada nos últimos dias, tem colocado um travão no planeamento da época 2017/18, sendo que, no caso de Ryan Gauld, sabe O JOGO, a ideia da SAD passa por reaver o investimento efetuado no início da temporada 2014/15. Então a sociedade que gere o futebol profissional dos leões, por recomendação do presidente Bruno de Carvalho, decidiu investir 2,75 milhões de euros por 80% dos direitos económicos do internacional sub-21 escocês, que representava o Dundee United.

Regressado em janeiro a Alvalade, depois de ter recuperado ritmo e intensidade de jogo em Setúbal, onde ao serviço do Vitória local conseguiu jogar com regularidade, Ryan Gauld só encontrou em Alvalade espaço para manter os níveis competitivos na II Liga, descartada que foi a possibilidade de prosseguir o percurso profissional em Chaves - facto devido a questões legais, depois da saída unilateral do médio criativo e do lateral-direito André Geraldes. Com Jorge Jesus, Ryan Gauld foi chamado por duas ocasiões: para a deslocação a Arouca, no dia 2 de abril, onde ficou sentado na bancada; e no duelo contra o Vitória de Setúbal no dia 14 de abril, em que foi ao banco de suplentes, sem ter sido utilizado. Entre equipa B e Vitória de Setúbal, Ryan Gauld conta com 18 jogos realizados, nos quais realizou 1393 minutos, sem qualquer golo.

© Filipe Amorim/Global Imagens

citacaoO internacional sub-21 escocês, desde que voltou a Alvalade em janeiro, apenas foi chamado por Jorge Jesus em duas ocasiões, com Arouca e Vitória de Setúbal - na última chegou a ir ao banco

Ryan Gauld, recorde-se, foi uma das grandes apostas de Bruno de Carvalho no primeiro defeso de contratações, sendo o médio escocês, então de 18 anos, considerado como o "mini-Messi". O esquerdino assinou por seis temporadas, até junho de 2020, com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon