Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Spurs arrasam e três fazem história

Sportinveste 22/05/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
San Antonio Spurs venceram os Oklahoma City Thunder de forma clara. Duncan, Parker e Ginobili fizer ...: Spurs arrasam e três fazem história © Sportinveste Multimédia Spurs arrasam e três fazem história

San Antonio Spurs venceram os Oklahoma City Thunder de forma clara. Duncan, Parker e Ginobili fizeram história.

Os San Antonio Spurs arrasaram os Oklahoma City Thunder com uma vitória volumosa em casa, por 112-77, que concedeu ao trio Duncan-Parker-Ginobili um lugar na história da Liga norte-americana de basquetebol (NBA).

Dando seguimento à superioridade demonstrada no primeiro jogo da final da Conferência Oeste (122-105), os Spurs - melhor equipa da fase regular - deram outra lição aos Thunder, ao mesmo tempo que Tim Duncan, Tony Parker e Manu Ginobili se tornaram o trio mais vitorioso de sempre nos play-offs da NBA. Em conjunto, o norte-americano, o francês e o argentino atingiram a 111ª vitória em jogos da fase final, ultrapassando Magic Johnson, Kareem Abdul-Jabbar e Michael Cooper, que chegaram aos 110 triunfos com os Lakers nos anos 1980.

Desastrados no lançamento, com uma eficácia inferior a 40% nos tiros de campo (35 convertidos em 89) e somente 10% nos triplos (2 em 20), e a acusar a falta de peso sob as tabelas, devido à ausência do lesionado Serge Ibaka (38 ressaltos contra 53 dos Spurs), os Thunder tinham o jogo praticamente perdido ao intervalo (58-44), depois de um parcial de 34-18 no segundo período.

No terceiro quarto, os texanos fizeram crescer a diferença para cima de 30, com Tony Parker a comandar as operações, contabilizando 22 pontos e cinco assistências, e Danny Green imparável de longa distância, marcando sete triplos para um total de 21 pontos.

Tim Duncan contribuiu com o 153º "duplo-duplo" da sua carreira (14 pontos e 12 ressaltos) e do banco vieram 42 pontos, nomeadamente 11 de Ginobili e outros tantos de Boris Diaw, num conjunto que converteu 50% dos seus tiros (41 em 82), incluindo nove triplos em 23, e que na linha de lance livre não vacilou (21 em 23).

"Este tipo de vitória pode ser um presente envenenado. Não podemos acreditar que a diferença entre as duas equipas é de 35 pontos", alertou o experiente Ginobili, de 36 anos.

O sucesso dos Spurs assentou também na sua organização defensiva, capaz de limitar Kevin Durant, melhor marcador e melhor jogador da fase regular, e Russell Westbrook, a 15 pontos cada um. "É difícil encontrar algo de positivo após um jogo destes, mas somos um grupo de bons jogadores e vamos encontrar uma solução", afirmou "KD", que ficou abaixo dos 20 pontos pela quinta vez em 69 jogos de "play-offs".

Os Thunder têm agora a palavra, com os dois próximos jogos em Oklahoma, numa eliminatória disputada à melhor de sete. O vencedor desta série vai enfrentar na final da NBA os Miami Heat, bicampeões em título, ou os Indiana Pacers, que estão empatados na final da conferência Este.

Fonte: OJOGO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon