Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Supertaça rende milhares aos bombeiros, 20 mil só em golos

Logótipo de O Jogo O Jogo 06/08/2017 Hugo Monteiro

Encontro da Supertaça Cândido Oliveira, disputado em Aveiro, rendeu 121.760 euros a favor dos bombeiros.

O encontro da Supertaça Cândido Oliveira, disputado em Aveiro, rendeu 121.760 euros a favor dos bombeiros, indicou a Federação Portuguesa de Futebol Profissional (FPFP), organizadora da prova. A 39.ª edição de um troféu que pendeu para o tetracampeão nacional, o Benfica, que venceu o finalista vencido na Taça de Portugal, o Vitória de Guimarães por 3-1, teve um cariz solidário com a FPF, os clubes e patrocinadores a doarem 121.760 euros aos bombeiros.

© Tony Dias/Global Imagens

A verba foi apurada graças aos lances de jogo, sendo que cada golo marcado rendia 5.000 euros, o que significa que só em tentos, foram contabilizados 20.000 euros.

Somavam-se outras contingências da partida com os remates e os cantos a valerem 1.500 euros. Por recuperação de bola, os bombeiros receberam 1.000 euros, enquanto os ataques e os cruzamentos rendiam 100 euros cada.

Ao intervalo os bombeiros já podiam esperar vir a receber 81.460 euros, uma informação que foi sendo partilhadas nos ecrãs gigantes do Estádio Municipal de Aveiro, onde estiveram esta noite cerca de 30.000 pessoas.

Esta iniciativa solidária também ficou marcada no arranque do jogo com a entrega simbólica das chaves de uma viatura florestal de combate a incêndios que foi doada à Associação Humanitária de Bombeiros de Figueiró dos Vinhos, mas que em caso de necessidade, conforme precisa nota da FPF, será partilhada com os concelhos de Pedrógão Grande e Castanheira de Pera.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon