Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Supremo Tribunal espanhol confirma condenação de Messi a 21 meses de prisão

Logótipo de LusaLusa 24/05/2017 Alexandra Oliveira

Madrid, 24 mai (Lusa) – O Supremo Tribunal espanhol confirmou hoje a condenação do futebolista argentino Lionel Messi a 21 meses de prisão, por fraude fiscal, decretada pela Audiência de Barcelona.

Os pormenores da sentença não foram divulgados, mas o futebolista do FC Barcelona não deverá cumprir pena de prisão, uma vez o tribunal costuma suspender o cumprimento efetivo de penas inferiores a dois anos.

No entanto, a decisão final deverá ser tomada pela Audiência de Barcelona, que decretou a pena em 06 de julho de 2016.

ALEJANDRO GARCIA/EFE © EPA / ALEJANDRO GARCIA ALEJANDRO GARCIA/EFE

Lionel Messi e o seu pai, Jorge, foram condenados a 21 meses de prisão, cada um, por fraude fiscal entre 2007 e 2009.

O jogador argentino e o pai foram também multados num total de 3,7 milhões de euros.

Logo após a condenação, futebolista e o pai fizeram saber que iriam recorrer da decisão para o Supremo Tribunal espanhol.

AO // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon