Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ténis de mesa: Marcos Freitas é o último resistente português no Mundial

Logótipo de O Jogo O Jogo 01/06/2017 Mónica Santos

O madeirense, atual 16º do mundo, superou o iraniano Nima Alamian (128.º) por 4-0, com os parciais de 11-6, 11-5, 11-9 e 11-6.

Marcos Freitas é agora o único português em competição no Mundial de ténis de mesa, após a eliminação de João Monteiro e João Geraldo, na segunda ronda da competição, a decorrer em Dusseldorf, Alemanha.

O madeirense, atual 16º do mundo, superou o iraniano Nima Alamian (128.º) por 4-0, com os parciais de 11-6, 11-5, 11-9 e 11-6.

Nos 16 avos de final, joga contra o francês Tristan Flore, que se apresenta como 82º do ranking e vem de uma prestigiante vitória perante um adversário de Taiwan, 31º da lista.

© Fornecido por O jogo

Caso vença, Freitas arrisca-se a defrontar um adversário do top 10, o alemão Timo Boll - é o oitavo e joga contra o coreano Woojin Jang, 39º.

Quanto a Monteiro, 49º do ranking, tinha uma missão complicada contra o japonês Yuto Muramatsu (28º), mas obrigou o jogo a ir a sétimo e decisivo set, só perdendo por 4-3.

Também João Geraldo (78º) não era favorito no jogo contra o alemão Rowan Filus (32º) e também ele não conseguiu contrariar os vaticínios, ao perder por 4-1 (ganhou o segundo set).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon