Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Tó Neves: “A verdade desportiva não está salvaguardada”

Sportinveste 23/05/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
A penúltima jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins, em que o FC Porto Fidelidade se des ...: Tó Neves: “A verdade desportiva não está salvaguardada” © Sportinveste Multimédia Tó Neves: “A verdade desportiva não está salvaguardada”

A penúltima jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins, em que o FC Porto Fidelidade se desloca aos Açores para defrontar o Candelária (sábado, 21h30, hora de Portugal Continental) disputa-se no próximo fim-de-semana e, apesar de os confrontos dos candidatos ao título estarem, originalmente, todos agendados para sábado, houve uma alteração na data do jogo entre Benfica e Valongo. Independentemente das razões que motivam o adiamento da partida para segunda-feira, Tó Neves, treinador do FC Porto, não tem dúvidas de que esta mudança retira credibilidade à competição.

?“Na próxima jornada, os outros dois candidatos ao título vão jogar na segunda-feira, já com o conhecimento do resultado do Candelária-FC Porto. Quando estamos todos com possibilidades de chegar ao título, a depender dos resultados uns dos outros, não nos parece correcto e o FC Porto sente-se prejudicado. Não me parece que a verdade desportiva esteja aqui salvaguardada, pois se nós jogássemos depois do Benfica-Valongo também seríamos beneficiados”, afirmou o treinador ao www.fcporto.pt e Porto Canal.

Segundo Tó Neves, as contas são fáceis de fazer: “No caso de uma vitória do FC Porto, há um candidato que deixa de ser candidato e o jogo entre os nossos rivais deixa de valer para as contas; há outro candidato que pode ficar de fora nesse mesmo jogo disputado apenas na segunda-feira e, se o FC Porto perder, pode deixar de ser candidato de acordo com o resultado da partida entre Benfica e Valongo. Tenho a certeza de que estes dois jogos teriam de ser marcados no mesmo dia, à mesma hora. E nem a final da Liga dos Campeões de futebol serve de desculpa – ambas as partidas teriam de ser jogadas na segunda, na terça, neste mês, no mês seguinte”.

No entanto, o FC Porto está preparado para os jogos que lhe falta disputar e a questão que se põe é a da igualdade: “Nós acreditamos na competência. Gostamos é que as coisas sejam claras, pois o resto não tememos. Se tivermos sucesso, queremos ganhar pela nossa competência e não por situações exteriores”.

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon