Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Talibãs reivindicam 'rockets' disparados em Cabul que visavam secretário da Defesa dos EUA

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/09/2017 Administrator

Os talibãs reivindicaram hoje, numa mensagem no Twitter, os tiros de 'rocket' disparados sobre o aeroporto de Cabul, salientando que estes visavam o avião do secretário norte-americano da Defesa, que tinha chegado pouco tempo antes ao Afeganistão.

O secretário de Estado norte-americano da Defesa, James Mattis, e o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, chegaram hoje ao Afeganistão.

De acordo com uma fonte do Ministério do Interior afegão, pelo menos seis 'rockets' atingiram a secção militar do aeroporto internacional sem causar vítimas ou interromper o tráfego aéreo.

Os disparos ocorreram às 11:10 hora local (07:40 hora de Lisboa) nas imediações do aeroporto de Cabul e não causaram vítimas ou danos", segundo o porta-voz do Ministério do Interior afegão Najib Danish.

No momento do impacto, Mattis e Stoltenberg tinham acabado de chegar ao Palácio Presidencial para um encontro com o presidente afegão Ashraf Gani.

Antes dessa reunião, o secretário de Estado da Defesa dos EUA e o secretário-Geral da OTAN visitaram a sede da Missão da Aliança Atlântica em Cabul para conhecer a situação das tropas internacionais no país.

Esta é a primeira visita de Mattis a Cabul desde o anúncio do presidente dos EUA, Donald Trump, a 21 de agosto, de aumento das tropas no Afeganistão, sem data de retirada.

Na semana passada, Mattis, que chegou ao Afeganistão proveniente da Índia, disse que o Pentágono espera que o aumento do número de tropas no país seja de cerca de 3.000.

Os Estados Unidos têm 11 mil militares no Afeganistão, país que está em guerra há quase 16 anos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon