Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Talismã Danilo estreou-se como capitão do FC Porto

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/04/2017 Ana Proença

A braçadeira de capitão do FC Porto conheceu este sábado um novo dono, no jogo com o Belenenses no Estádio do Dragão que os portistas ganharam por 3-0.

Perante a ausência (por castigo) de Marcano e a ida de Herrera e Rúben Neves para o banco de suplentes, Nuno escolheu Danilo, em estreia nessas funções.

© Ivan Del Val / Global Imagens

O internacional português foi o quinto elemento do plantel a gozar desse estatuto em jogos oficiais nesta época, depois dos habituais Herrera (primeiro da hierarquia), Rúben Neves e Marcano.

André André, que este sábado surgiu na ficha como subcapitão, também utilizou a braçadeira, na receção ao V. Guimarães da primeira volta.

A título de curiosidade, saiba que Danilo leva 10 golos pelo FC Porto e este sábado cumpriu a tradição: sempre que marca, a equipa ganha. É um verdadeiro talismã.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon