Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Tancos/Armas: Ministro da Defesa anuncia medidas para melhorar segurança do material militar

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/09/2017 Administrator

O ministro da Defesa Nacional anunciou hoje um conjunto de medidas para reforçar as condições de segurança das instalações de armazenamento de material militar sensível, na sequência do furto de material militar dos Paióis Nacionais de Tancos.

"Ao nível dos procedimentos, o Ministro da Defesa Nacional determinou a elaboração por parte do Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, em coordenação com os Chefes dos Ramos (CEM), no prazo de 60 dias, de um normativo único para o manuseamento e transporte de material militar sensível, bem como a elaboração, no prazo de 90 dias, de procedimentos comuns para o empenhamento dos militares na proteção de infraestruturas que armazenam este tipo de equipamentos", refere o gabinete do ministro Azeredo Lopes em comunicado.

Ainda no âmbito dos procedimentos, a Secretaria Geral do Ministério da Defesa Nacional deverá desenvolver, através do Centro de Dados da Defesa Nacional e em coordenação com os ramos, no prazo de 180 dias, um sistema de informação comum para controlo efetivo de material militar sensível.

Já ao nível das infraestruturas, foi determinada a continuação por parte dos CEM do desenvolvimento de ações de concentração de material militar e a realização prioritária de obras nas várias instalações, a reabilitação dos meios complementares de segurança e a melhoria das condições de habitabilidade dos militares empenhados na vigilância destas instalações.

Em relação aos recursos humanos, o Ministro da Defesa Nacional determinou o aperfeiçoamento dos "processos de seleção, certificação, formação e treino dos militares dedicados a funções de segurança, recorrendo a ações de formação e treino de caráter transversal".

"As determinações do Ministro da Defesa Nacional foram objeto de um despacho assinado a 15 de setembro e dirigido às estruturas da Defesa Nacional responsáveis pela implementação das diferentes medidas", acrescenta o documento.

As medidas têm por base as conclusões e recomendações dos relatórios dos Ramos das Forças Armadas e da auditoria da Inspeção-Geral da Defesa Nacional (IGDN), realizados na sequência do furto de material militar dos Paióis Nacionais de Tancos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon